Ficha Limpa: Nesp faz balanço parcial de campanha contra corrupção

O Núcleo de Estudos Sociopolíticos (Nesp), vinculado à PUC Minas e a Arquidiocese de Belo Horizonte, recolheu mais de mil assinaturas para a Campanha Ficha Limpa, ultrapassando a meta esperada de 600 assinaturas, informa o coordenador de gestão do Nesp, professor Robson Sávio. A mobilização ocorreu nos dias 26 e 27 de maio, no campus Coração Eucarístico e unidade Barreiro, sendo que nesta última prossegue até 5 de junho.

A iniciativa pretende colaborar na coleta de mais de um milhão e trezentas mil assinaturas para o projeto de lei de iniciativa popular sobre a vida pregressa dos candidatos. O último balanço, feito pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, no início de maio, somava um total de 700 mil assinaturas. A Arquidiocese de Belo Horizonte, até o dia 26 de maio, tinha conseguido 25 mil adeptos para a Campanha.

O professor Robson Sávio avalia como positivo o número de assinaturas obtidos e ressalta que, na democracia, é muito importante a participação efetiva do cidadão na vida pública. “Seria função dos partidos depurarem seus quadros, mas como eles não fazem, a população tem essa possibilidade de se mobilizar e, através desse projeto que irá tramitar na Câmara, fazer mudanças na lei ordinária e possibilitar que, no futuro, a gente tenha candidatos mais próximos do anseio do nosso povo”, afirma.

Para a professora da Faculdade de Comunicação e Artes da PUC Minas Carolina Marinho, que aderiu à Campanha, uma iniciativa como essa é de extrema importância para tentar melhorar a qualidade dos políticos brasileiros. “Na situação em que estamos, com os políticos que a gente tem no poder, temos que tomar alguma iniciativa para tentar diminuir a quantidade de extravio de verbas e roubos que ocorrem”, disse.

Márcia Araújo, aluna do curso de extensão em História da Arte da PUC Minas, também aderiu ao movimento. Para ela, participar de uma campanha como essa é lutar pela moralização dos políticos.

Na unidade Barreiro, a Campanha prossegue até o dia 5 de junho. No campus Coração Eucarístico, serão distribuídas fichas para alunos, professores e funcionários que devem devolvê-las na sala do Nesp (prédio 4, sala 114), até o dia 20 de junho.

Caso o projeto tramite na Câmara ainda este ano, e a lei seja aprovada, já será válida para as eleições do ano que vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *